Alex Silva/AE
Alex Silva/AE

Litoral norte terá o dobro de bafômetros

Bloqueios serão feitos em estradas e praias; Baixada Santista também vai ter mais blitze

João Carlos Faria, Camilla Haddad, Rejane Lima e Ana Bizzotto, O Estado de S.Paulo

30 Dezembro 2010 | 00h00

A Polícia Militar vai reforçar com mais bafômetros a fiscalização da lei seca no litoral norte e na Baixada Santista durante a virada do ano. Serão 15 e 59, respectivamente. Na capital, haverá mudança no método de abordagem. Quem estiver ao volante nas imediações da Avenida Paulista será monitorado por PMs em motos. Se eles suspeitarem de embriaguez, poderão parar o condutor do carro e fazer o teste do bafômetro.

No litoral norte, as blitze acontecerão na Rodovia Rio-Santos (BR 101) e no trecho entre Ubatuba e São Sebastião, onde a estrada é estadual (SP-55). Também serão alvo as praias de Itamambuca e Praia Grande, em Ubatuba, e de Maçaguaçu e Tabatinga, em Caraguatatuba.

As abordagens serão intensificadas na sexta-feira à noite e no final da tarde de sábado e domingo. A meta é parar 70 motoristas por dia. Quem se negar a fazer o teste do bafômetro será encaminhado às delegacias da região para exames clínicos, segundo o inspetor-chefe da Polícia Rodoviária Federal, em Ubatuba, Sérgio Amorim. Os infratores podem ter a habilitação suspensa, o carro apreendido e pagar uma multa de R$ 900.

Segundo a PM, na Baixada Santista haverá 59 equipamentos, 47,5% a mais do que no verão passado. Em Santos, a previsão é de 18 bafômetros, contra 10 do ano passado. Lá, as blitze serão montadas em toda a extensão da orla da praia, onde estão localizados bares e quiosques 24 horas. Também na Baixada houve aumento de bafômetros no Guarujá, na Praia Grande e em São Vicente, Mongaguá e Peruíbe. Nas entradas de rodovias como Anchieta e Imigrantes serão montados bloqueios.

Como reforço da Operação Verão, a Polícia Rodoviária da Baixada recebeu 150 policiais e 59 viaturas, sendo 43 automóveis e 16 motocicletas. "Só aqui na área da Padre Manoel da Nóbrega e da Imigrantes em São Vicente estamos vistoriando cerca de 400 veículos por dia", diz o tenente da PM Marcos da Silva Negrinho, responsável pelo trecho. Segundo ele, nesta semana foram apreendidos em média 40 veículos por dia. Entre as principais autuações, de acordo com o policial, estão falta de licenciamento, de documentos, problemas na manutenção dos veículos e falta de equipamentos obrigatórios, como luzes.

Trânsito. O movimento das estradas para o litoral foi intenso durante todo o dia de ontem. Às 19h30, a Imigrantes, que liga a capital ao litoral sul paulista, tinha lentidão na descida da serra no trecho entre os kms 43 e 53 e os kms 62 e 65. No sentido capital, havia congestionamento entre os kms 61 e 52. Na pista sul da Anchieta, também havia tráfego lento do km 53 ao 55.

De anteontem até ontem, cerca de 173 mil veículos desceram para o litoral pelo Sistema Anchieta-Imigrantes, de acordo com a concessionária Ecovias. A Operação Descida (7×3), com descida pelas duas pistas da Anchieta e pela pista sul da Imigrantes e subida pela pista norte da Imigrantes, continua até amanhã. A previsão é de que até 680 mil veículos desçam para o litoral até o dia 3.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.