Reginaldo Pupo/Estadão
Reginaldo Pupo/Estadão

Litoral norte de São Paulo tem 12 praias impróprias; veja a lista

São Sebastião é a única cidade da região com todas as suas praias próprias para o banho de mar, segundo a Cetesb

Reginaldo Pupo, Especial para o Estado

24 de janeiro de 2014 | 11h15

SÃO SEBASTIÃO - O número de praias impróprias no litoral norte de São Paulo subiu de 9, na semana passada, para 12 desde a última quarta-feira, segundo análise da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). São Sebastião é a única cidade da região com todas as suas praias próprias para o banho de mar. O turista que passar esse fim de semana na cidade poderá desfrutar de todas as praias, que teoricamente estão livres de coliformes fecais.

Ilhabela, um dos municípios mais procurados pelos turistas, contabiliza o maior número de praias impróprias: sete. A poluição não perdoou nem mesmo as praias do Portinho e Ilha das Cabras, que estão inseridas dentro de um santuário ecológico rico em vida marinha e berço de tartarugas e peixes, que têm algumas espécies em processo de extinção. As demais praias impróprias do arquipélago são Armação, Pinto, Saco da Capela, Itaquanduba e Sino.

Já a cidade de Ubatuba possui quatro praias inadequadas: Félix, Perequê Mirim, Lázaro e em dois trechos do Itaguá. Somente a praia do Indaiá, em Caraguatatuba, está imprópria para o banho de mar, de acordo com a Cetesb.

Lista das praias impróprias:

Ilhabela

Portinho

Ilha das Cabras

Armação

Pinto

Saco da Capela

Itaquanduba

Sino

Ubatuba

Félix

Perequê Mirim

Lázaro

Itaguá (dois trechos)

Caraguatatuba

Indaiá

O mapa completo está disponível na página da Cetesb.

Mais conteúdo sobre:
praiasCetesb

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.