Linha da CPTM fica quase cinco horas com trecho interrompido

Ocorrência na rede de energia da Linha 9-Esmeralda paralisou circulação de trens entre Estações Osasco e Presidente Altino

O Estado de S. Paulo

23 de outubro de 2014 | 14h24

SÃO PAULO - A Linha 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) ficou quase cinco horas com um trecho interrompido na manhã desta quinta-feira, 30. De acordo com a empresa, que é controlada pelo governo do Estado, houve uma pane na rede de energia do ramal.

Com isso, os trens não puderam circular entre as Estações Osasco e Presidente Altino, ambas situadas em Osasco, na Grande São Paulo. Para seguir sentido Grajaú, na zona sul da capital paulista, passageiros tinham que descer na Estação Presidente Altino e baldear na Linha 8-Diamante, que também enfrentou problemas. Nesse ramal, os trens circularam com maiores intervalos.

A falha começou às 4h47 e, na Linha 9, só foi resolvida às 9h05. Na Linha 8, a normalização começou às 7h12. Em decorrência da falha, as plataformas das estações das duas linhas ficaram mais lotadas. A CPTM não soube informar o que causou a pane.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.