Linha C da CPTM ganhará novos trens a partir de novembro

Três composições entrarão em funcionamento para atender a demanda de 170 mil usuários

09 de agosto de 2007 | 10h22

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) está testando as novas composições que deverão circular na linha C (Osasco/Jurubatuba). O primeiro trem começará a rodar em novembro e outros dois em dezembro, a fim de atender ao início da operação do novo trecho de 8,5 quilômetros de extensão da linha C.   O ramal ganhará três novas estações, vias duplas sinalizadas e modernos sistemas de energia, sinalização e telecomunicações. Do total de 48 carros encomendados pela CPTM, 10 estão sendo montados na linha de produção da Alstom do Brasil, na Lapa, zona oeste de São Paulo.   Com a entrega das novas composições, a CPTM espera significativo aumento na oferta de transporte na zona sul da capital paulista. Estima-se um crescimento da demanda diária de 45 mil usuários aos atuais 125 mil já transportados na linha C.   Atualmente, o percurso entre Osasco e Jurubatuba é atendido por 10 trens da série 3.000 (Siemens), fabricados na Alemanha, e outras seis unidades, da série 2.100, reformados na Espanha pela RENFE.   As novas composições terão ar condicionado, som ambiente, entre outros itens de conforto aos passageiros. Os trens também atendem às novas determinações da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) para o atendimento a pessoas com deficiência.

Tudo o que sabemos sobre:
CPTMLinha C

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.