Linha 8 terá trechos fechados em 14 domingos Metroviários desrespeitaram TRT em 2006

Assim como aconteceu com a Linha 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), a Linha 8-Diamante também vai fechar aos domingos para manutenção. As interdições começam neste domingo e vão durar 14 semanas, até 26 de agosto.

O Estado de S.Paulo

23 de maio de 2012 | 03h06

A operação será interrompida por partes e, durante as obras, os passageiros poderão pegar ônibus gratuitos para completar o trajeto. De 27 de maio a 10 de junho e no dia 5 de agosto, não circulam trens entre as Estações Júlio Prestes e Presidente Altino aos domingos.

Em 17 de junho, a operação será suspensa entre Itapevi e Carapicuíba. Em 24 de junho e 1.º de julho, o trecho entre Itapevi e Santa Terezinha ficará sem trens. Nos dias 8 e 15 de julho, o serviço será interrompido entre Presidente Altino e Carapicuíba. De 22 a 29 de julho, as obras paralisam a circulação entre Carapicuíba e Santa Terezinha. De 12 a 26 de agosto, as intervenções ainda serão definidas.

A companhia afirma ser preciso interromper parcialmente a circulação de trens para acelerar as obras - que só serão concluídas mesmo em "meados do ano que vem", segundo o presidente da CPTM, Mario Bandeira.

O principal da modernização será na rede aérea e nas subestações de energia - grande parte das mais de 50 panes no sistema registradas neste ano se deu por sobrecarga nesses dois pontos da rede.

"Vamos trocar a tecnologia da rede área, que tem 30, 40 anos de uso. Hoje temos mais trens, circulando com menor intervalo de tempo, o que exige mais potência da rede do que quando os trens passavam de 15 em 15 minutos", diz Bandeira.

Até 2015, o governo promete trocar toda a frota de trens por carros mais modernos. As próximas linhas a receberem obras serão a 7-Rubi e a 12-Safira. / NATALY COSTA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.