Linha 8 da CPTM opera com restrições em razão de acidente em Itapevi

Usuários utilizam ônibus entre as estações Engenheiro Cardoso e Itapevi

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

27 de janeiro de 2012 | 04h44

Atualizado às 5h10

 

SÃO PAULO - Desde as 4 horas desta manhã de sexta-feira, 27, os passageiros que utilizam a linha 8 (Diamante), da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), fazem o trajeto entre as estações Engenheiro Cardoso e Itapevi por meio de ônibus, acionados no Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência (Paese). Segundo a CPTM, os trens operam normalmente no trecho formado entre as demais 18 estações, que vai de Júlio Prestes, na capital, e Sagrado Coração, em Jandira.

 

Um acidente envolvendo duas composições, uma ocupada apenas com o maquinista, ocorrido por volta das 21h15 de quinta-feira, 26, deixou pelo menos seis pessoas feridas. Uma das vítimas, uma mulher, sofreu fratura no quadril e foi levada para o Hospital Geral de Itapevi, onde continua internada. O maquinista, em estado de choque, e um rapaz de 31 anos, permaneciam em observação no Hospital Municipal de Itapevi. Algumas das vítimas foram atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), cuja base fica próxima ao local do acidente, e levadas para o pronto-socorro municipal.

 

Segundo nota da CPTM, a colisão ocorreu entre as estações Itapevi e Engenheiro Cardoso. Um trem que estava no sentido Itapevi bateu lateralmente em uma composição que realizava uma manobra para transpor a via em direção à estação Júlio Prestes, no centro de São Paulo. O tráfego de trens foi interrompido a partir do trecho onde ocorreu o acidente e as composições passaram a operar apenas entre Júlio Prestes e Engenheiro Cardoso. A CPTM informou que uma sindicância foi aberta para apurar as causas do acidente.

Tudo o que sabemos sobre:
CPTMtrenstransporteSAMUpassageiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.