Google Maps
Google Maps

Linha 5 - Lilás do Metrô de SP volta a funcionar normalmente

Rompimento de cabo interrompeu o funcionamento entre as estações Capão Redondo e Santo Amaro por quase dez horas nesta terça-feira; trajeto foi feito por ônibus da operação Paese; passageiros relataram transtornos

Pedro Prata e Renata Okumura, O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2019 | 06h46
Atualizado 25 de junho de 2019 | 15h54

Depois de quase dez horas, a Linha 5 - Lilás do Metrô de São Paulo  voltou a funcionar normalmente na tarde desta terça-feira, 25. O rompimento de um cabo elétrico nesta madrugada interrompeu o funcionamento do Metrô durante a manhã entre as estações Capão Redondo e Santo Amaro. O serviço foi restabelecido às 14h16 e a operação está sendo normalizada.

A informação é da ViaMobilidade, concessionária responsável pela operação e manutenção da via.

"Na madrugada, ocorreu a queda de cabos da rede aérea, o que impediu a alimentação elétrica para a circulação de trens no trecho entre as estações Capão Redondo e Santo Amaro. A queda foi ocasionada pelo rompimento dos cabos durante a manutenção preventiva. As causas estão sendo apuradas", destacou a nota.

As estações Capão Redondo, Campo Limpo, Vila das Belezas e Giovanni Gronchi permaneceram fechadas até o início da tarde. O restante das estações da linha, no trecho de Santo Amaro à Chácara Klabin, operou normalmente no decorrer do dia.

Ônibus do Plano de Atendimento entre Empresas de Transporte em Situação de Emergência (Paese) foram acionados entre 4h40 e 14h16 para realizar o trajeto paralisado. De acordo com a concessionária ViaMobilidade, a paralisação ocorreu por causa do rompimento de cabos da rede aérea, o que impossibilitou o fornecimento de energia para as estações paralisadas.

Por dia, 90 mil pessoas passam pela estação Capão Redondo, 35 mil por Campo Limpo, 14 mil pela Vila das Belezas e 26 mil pela estação Giovanni Gronchi.

Nas redes sociais, usuários postaram fotos da situação. Grupos de pessoas se acumularam nos pontos de ônibus.

Em nota enviada pela manhã, a ViaMobilidade afirmou que "estava trabalhando para solucionar o problema o mais rápido possível".

Linha 2 - Verde também apresentou problemas

O site do Metrô de São Paulo informou que pela manhã a Linha 2 - Verde operava com velocidade reduzida e maior tempo de parada entre as estações. A razão seria uma interferência na via.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.