Linha 4 não abre durante finais de semana pelo menos até setembro

Nova linha funcionará em regime de operação assistida por um período de uma a três semanas

Daniel Gonzales, do estadão.com.br

25 de maio de 2010 | 16h58

 

SÃO PAULO - Inaugurada na tarde desta terça-feira, 25, a Linha 4 - Amarela do Metrô funcionará em regime de operação assistida por um período de uma a três semanas, dependendo do movimento e da necessidade de ajustes operacionais.

 

Veja também:

linkCom uma hora e meia de atraso, portões da Linha Amarela são abertos ao público

linkLinha 4 terá só mais duas estações até o fim do ano

linkTrens na Linha Amarela têm tecnologia de ponta

linkLinha passou por milhares de testes nos últimos meses

mais imagens Galeria de fotos da nova Estação Paulista

A operação assistida é um período em que a linha é monitorada por funcionários do Consórcio Via Quatro, operador do novo trecho, para que sejam feitos possíveis ajustes operacionais.

Saiba como conhecer o novo trajeto:

- As viagens entre as Estações Faria Lima e Paulista ocorrerão entre 9h e 15h, apenas de segunda a sexta. No período de operação inicial, a linha vai fechar aos fins de semana;

- A operação comercial, com a cobrança de tarifas, começa dentro de uma a três semanas. Os passageiros pagarão os mesmos R$ 2,65 do restante da rede;

- O horário de operação da linha deverá ser estendido para o período de funcionamento normal do Metrô (de 4h40 à 0h) em prazo a determinar. Mas isso deve ocorrer apenas entre os meses de setembro e a inauguração das novas estações (Butantã e Pinheiros), prevista para novembro;

- A transferência da Linha 2 - Verde para a Linha 4 - Amarela estará liberada durante a operação assistida. Os passageiros que vierem pela Linha 4 e quiserem acessar a Linha 2 deverão pagar tarifa, na Estação Consolação.

Tudo o que sabemos sobre:
Linha 4Linha AmarelaMetrôSPserviço

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.