Linha 4-Amarela vai continuar com cores quentes

As estações da segunda fase da Linha 4-Amarela, que começam a ser construídas nos próximos dias, terão padrão estético parecido com das que já existem no ramal, com ladrilhos de cores quentes (vermelho e o amarelo) revestindo as paredes. Mas em uma delas, a Higenópolis-Mackenzie, a entrada da Rua da Consolação terá uma fachada parecida com a do prédio modernista ao lado. "É quase uma continuidade, para não gerar uma situação esdrúxula", explica Ivan Piccoli, arquiteto do Metrô.

O Estado de S.Paulo

22 Março 2012 | 03h04

Outro diferencial arquitetônico que marcará obras futuras do Metrô é a inclusão de elevadores de grande capacidade nas estações mais profundas da Linha 6-Laranja (São Joaquim-Brasilândia). Como ainda não existem equipamentos assim na cidade, a medida poderá enfrentar um tipo de choque cultural. Segundo Piccoli, os equipamentos serão complementares às escadas rolantes e levariam os passageiros de níveis próximos da plataforma ao da entrada da estação. O primeiro trecho da Linha 6 deve ficar pronto em 2016. / C.V.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.