Linha 2-Verde do Metrô terá DJ durante a Virada

Sistema vai funcionar 24h para atender o público que participará da festa

ARTUR RODRIGUES, O Estado de S.Paulo

04 de maio de 2012 | 03h03

Os vagões da Linha 2-Verde do Metrô vão virar pista de dança na noite de amanhã. O projeto Trem da Virada prevê apresentações musicais, DJs e dança entre as Estações Vila Madalena e Vila Prudente, a partir das 23h.

A primeira parte da festa vai ficar por conta do grupo Gestos Sonoros e da dançarina Andréa Barbour. "Somos um grupo de improvisação", define o "maestro" da banda, Bruno Duarte, de 26 anos. Dos 12 integrantes, nove são percussionistas. "O resultado da música é meio africana, dançante, traz uma coisa de transe", diz.

A expectativa dos músicos em tocar pela primeira vez em um vagão em movimento é grande. "Estamos bem ansiosos, porque não temos ideia do que vai ser em relação ao público, que talvez seja meio itinerante, aquela coisa de gente entrando e gente saindo", afirma o músico.

Depois da apresentação musical, será a vez de DJs agitarem os vagões com música eletrônica. "Estou com muita expectativa sobre como vai ser, porque em 15 anos de carreira nunca toquei no metrô", afirma o DJ Eduardo Namztin, de 31 anos, que tocará house. Além de Namztin, os DJs tomarão conta das picapes durante a festa no vagão. O metrô vai funcionar durante 24 horas na Virada, mas a balada vai até a 1h de domingo.

Em outros países, festas dentro de vagões são bastante comuns. Em São Paulo, em 2009, internautas organizaram uma festa na Linha 1-Azul. Mas nas paradas os passageiros deveriam sentar e fingir que nada acontecia. Já no sábado, nada vai fazer a música parar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.