Lindemberg Alves será interrogado na próxima sexta-feira

Justiça decidirá se acusado será levado a júri popular por assassinar Eloá Pimentel em 2008

Marcela Gonsalves, estadão.com.br

10 de junho de 2011 | 16h08

SÃO PAULO - Lindemberg Alves Fernandes, acusado de matar a tiros sua ex-namorada Eloá Pimentel em 2008, será interrogado na tarde da próxima sexta-feira, 17. Por determinação da Justiça de Santo André, município da Grande São Paulo onde o crime aconteceu, o interrogatório será feito por carta precatória no Fórum de Tremembé. O juiz afirmou que não autorizará a presença da imprensa no local.

 

Em abril deste ano, testemunhas do caso foram ouvidas. Agora, resta decidir se o acusado irá a júri popular pelo assassinato da adolescente.

 

Na época, Lindemberg invadiu a casa da ex-namorada e manteve Eloá e outras pessoas como reféns. Eloá foi morta com dois tiros. A amiga dela, a estudante Nayara Rodrigues, também estava no local e acabou ferida. O rapaz responde pelo homicídio de Eloá, pela tentativa de homicídio de Nayara Silva e do sargento Atos Valeriano, e pelo sequestro e cárcere privado de menores de 18 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.