Limite de velocidade para caminhões na Marginal Tietê é reduzido

Velocidade máxima também serve para ônibus e passa a ser de 70 km/h; objetivo é reduzir número de acidentes na via, por onde circulam 70 mil caminhões todos os dias

Solange Spigliatti, do estadão.com.br,

02 de setembro de 2010 | 10h53

SÃO PAULO - Começou a vigorar nesta quinta-feira, 2, o novo limite de velocidade para veículos pesados na pista expressa ao longo da Marginal do Tietê. A velocidade máxima para ônibus e caminhões deixa de ser 90 km/h e passa a ser de 70 km/h, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

 

A medida faz parte de uma série de ações que têm como objetivo reduzir o número de acidentes e de mortes no mais importante corredor de tráfego da cidade de São Paulo, que possui 23,5 quilômetros de extensão em cada sentido.

 

A fiscalização será feita por meio de cinco radares eletrônicos instalados ao longo da pista expressa da Marginal do Tietê. A infração por excesso de velocidade varia de média a gravíssima, conforme o excedente do limite permitido.

 

Segundo a CET, até 20% acima da velocidade permitida para o local a infração média tem uma multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira de motorista. De 20% a 50% acima da velocidade permitida para o local: infração grave, multa de R$ 127,69 e cinco pontos na carteira de habilitação, e acima de 50%: infração gravíssima, multa de R$ 574,62 e sete pontos na carteira de motorista.

 

Acidentes

 

De acordo com dados da CET, a Marginal do Tietê concentra o maior volume de veículos, com 1,2 milhão de viagens por dia e também é a via que registra o maior número de acidentes e de mortes no trânsito. Por esta via circulam, diariamente, 350 mil veículos, sendo 70 mil caminhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.