Limite de velocidade para caminhões na Marginal Tietê é reduzido

Velocidade máxima também serve para ônibus e passa a ser de 70 km/h; objetivo é reduzir número de acidentes na via, por onde circulam 70 mil caminhões todos os dias

Solange Spigliatti, do estadão.com.br,

02 Setembro 2010 | 10h53

SÃO PAULO - Começou a vigorar nesta quinta-feira, 2, o novo limite de velocidade para veículos pesados na pista expressa ao longo da Marginal do Tietê. A velocidade máxima para ônibus e caminhões deixa de ser 90 km/h e passa a ser de 70 km/h, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

 

A medida faz parte de uma série de ações que têm como objetivo reduzir o número de acidentes e de mortes no mais importante corredor de tráfego da cidade de São Paulo, que possui 23,5 quilômetros de extensão em cada sentido.

 

A fiscalização será feita por meio de cinco radares eletrônicos instalados ao longo da pista expressa da Marginal do Tietê. A infração por excesso de velocidade varia de média a gravíssima, conforme o excedente do limite permitido.

 

Segundo a CET, até 20% acima da velocidade permitida para o local a infração média tem uma multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira de motorista. De 20% a 50% acima da velocidade permitida para o local: infração grave, multa de R$ 127,69 e cinco pontos na carteira de habilitação, e acima de 50%: infração gravíssima, multa de R$ 574,62 e sete pontos na carteira de motorista.

 

Acidentes

 

De acordo com dados da CET, a Marginal do Tietê concentra o maior volume de veículos, com 1,2 milhão de viagens por dia e também é a via que registra o maior número de acidentes e de mortes no trânsito. Por esta via circulam, diariamente, 350 mil veículos, sendo 70 mil caminhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.