JB Neto/Estadão
JB Neto/Estadão

Limite de velocidade cairá para 70km/h nas marginais

Mudança nas pistas expressas das marginais do Tietê e Pinheiros está prevista para o primeiro semestre de 2015 

Edgar Maciel e Felipe Resk, O Estado de S. Paulo

08 Dezembro 2014 | 19h09

Atualizada às 20h19

SÃO PAULO - A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que vai reduzir a velocidade máxima na Marginal do Tietê e na Marginal do Pinheiros no primeiro semestre de 2015. Além das Marginais, outras avenidas e ruas da cidade também terão a velocidade máxima reduzida. A medida faz parte do Programa de Proteção à Vida, para tentar diminuir o número de mortes no trânsito.

Segundo a CET, nas vias com velocidade máxima de 90 km/h, como nas pistas expressas das Marginais, o limite será reduzido para 70 km/h. Onde é 70 km/h, a exemplo das pistas locais das Marginais, passa a ser 60 km/h. E onde é 60 km/h, a velocidade será de 50 km/h.

O objetivo da alteração é aumentar a segurança de pedestres. “Há indicativos de que o número de mortes por atropelamento está aumentando, mas estes números ainda estão sendo consolidados”, afirmou a companhia, em nota. A CET afirma, ainda, que a padronização de velocidade é um “projeto contínuo que vem sendo desenvolvido ao longo de 2014”.

Ainda não há uma data definida para a redução entrar em vigor. De acordo com o diretor de planejamento da CET, Tadeu Leite Duarte, a Marginal do Tietê deve ser a primeira a ter a velocidade máxima reduzida. Depois, a mudança incluiria a Marginal do Pinheiros. “As Marginais são campeãs de acidente”, justificou. “Fizemos uma análise preliminar com os dados dos acidentes até o mês de junho. O indicativo é de que houve aumento de 4,5% no número de mortes”, afirmou.

Os casos de acidentes com morte, segundo Duarte, estariam concentrados nos fins de semana e durante a madrugada. “Percebemos que as mortes estão diretamente relacionadas com a questão de comportamento e velocidade”, disse.

Por causa da redução da velocidade máxima, a CET precisará trocar as placas de sinalização e calibrar os radares das vias. A companhia não informou quando esse trabalho vai começar a ser feito.

Haddad. O prefeito Fernando Haddad avaliou como positiva a redução da velocidade nas Marginais. “A orientação do secretário (de Transportes, Jilmar Tatto), com o meu aval, é de que se isso for bom, tem que ser feito porque a gente perde um pouco de velocidade à noite, mas poupa muitas vidas”, disse após inauguração de um monumento no Parque Ibirapuera.

O prefeito também comentou os índices de trânsito. "Tem muito acidente de madrugada e eles entendem que é em função da velocidade. Os técnicos que dão a ultima palavra”, afirmou.

Faixa. O novo modelo de faixa de pedestres em ‘X’ começou a ser testado nesta segunda-feira, 8, pela CET nas diagonais do cruzamento das Ruas Riachuelo e Cristóvão Colombo, no centro da capital. O projeto vai servir de modelo para possíveis novas instalações na cidade. O objetivo é facilitar a circulação dos pedestres. Ao invés de atravessarem duas ruas para chegar à calçada oposta, agora é possível fazer a travessia uma única.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.