Ligação entre interior de SP e sul de MG continua interditada

BR-459 foi bloqueada por conta da erosão provocada pela chuva em Piquete; não há previsão de liberação

Fábio M. Michel, estadao.com.br

17 Fevereiro 2009 | 19h08

A BR-459, rodovia que liga a cidade de Lorena, no Vale do Paraíba, à cidade de Poços de Caldas, no sul de Minas, continua completamente interditada em seus 240 km de extensão por conta de afundamento da pista provocado por erosão. Havia previsão de a estrada ser liberada na última sexta-feira, mas o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Denit) não autorizou. Devido às chuvas, os trabalhos para a remoção da terra foram prejudicados. Ainda não há previsão de quando a estrada será liberada, segundo o Denit. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o problema é mais grave no km 9 da rodovia, na região do município de Piquete, mas toda a rodovia teve de ser bloqueada por causa da falta de desvios. A BR-459 é bastante usada para levar turistas às estâncias climáticas da região de São Lourenço, que atraem grande número de pessoas durante o carnaval. A PRF recomenda ao motorista que pretende chegar àquela região, acessar a serra que leva a Campos do Jordão, tomar o caminho que leva a Santo Antonio dos Pinhais e, daí, ao sul de Minas. Para outros trajetos a partir da BR-459, a PRF de São Paulo orienta sobre rotas alternativas pelos telefones (11) 2795-2338 ou 2339.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.