Líder do PSDB pede que Kassab vete mudança no Cidade Limpa

Câmara Municipal aprovou projeto que libera propaganda política em muros residenciais nas próximas eleições

Pedro Venceslau, O Estado de S. Paulo,

25 de agosto de 2009 | 16h33

O PSDB paulistano entrou em rota de colisão com a bancada de vereadores do partido na Câmara Municipal. Em carta enviada ao prefeito Gilberto Kassab (DEM), o presidente do diretório municipal do PSDB, José Henrique Reis Lobo, pediu que ele vete projeto de lei, aprovado na Câmara, que abranda as proibições da lei Cidade Limpa em caso de propaganda política, liberando a utilização de muros residenciais para esse fim.

 

"Se isso realmente acontecer, 2010 será o ano em que vamos assistir a degradação da cidade como nos anos anteriores ao da lei que Vossa Excelência foi um dos grandes artífices e defensores. Para quem acredita, como nós, que nenhum outro interesse deve se sobrepor ao publico, a informação causa perplexidade e, se a proposta vingar, representará um retrocesso no que diz respeito a um assunto que serviu de bandeira a sua bem sucedida campanha eleitoral", disse Lobo.

 

Dos doze vereadores da legenda, apenas Gilberto Natalini se manifestou publicamente contra a brecha no Cidade Limpa. O prefeito, que não se manifestou oficialmente a respeito sobre a carta de Lobo, deve sancionar a lei. Ele avalia que devido ao caráter nacional das eleições de 2010, cabe ao TSE legislar sobre o tema. Pela nova regra, apenas muros residenciais poderiam ser utilizados, e desde que dentro dos padrões da Lei Cidade Limpa.

Tudo o que sabemos sobre:
Cidade LimpaGilberto Kassab

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.