Líder de quadrilha que roubou relógios de celebridades é preso

Homem era procurado pelas polícias do Rio e de Minas Gerais; Wanderley Luxemburgo e Ísis Valderde estão entre vítimas

Paula Felix, O Estado de S. Paulo

19 Março 2015 | 18h49

SÃO PAULO - A polícia prendeu na tarde desta quinta-feira, 19, um homem que liderava uma quadrilha que roubava relógios da marca Rolex. Ele era procurado pelas polícias do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. Segundo o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), o técnico do Flamengo Wanderley Luxemburgo e a atriz Ísis Valverde estão entre as vítimas.

Flávio Ezique Gonçalves, de 24 anos, estava escondido em Taboão da Serra, na Grande São Paulo. Segundo a polícia, ele é conhecido como Lacoste por usar roupas da marca. No momento da prisão, Gonçalves estava com uma camisa polo da grife.

As investigações apontaram que os roubos de relógios podem ter rendido até R$ 2 milhões para Gonçalves. Ainda de acordo com a polícia, há indícios de que os acessórios eram encaminhados para Miami.

Como era procurado, Gonçalves começou a usar um nome falso e se apresentava como Marcelo Pereira dos Santos. Ele responderá pelo crime de uso de documento falso.

Mais conteúdo sobre:
Rolex quadrilha Lacoste

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.