Libertado, após pagar R$ 50 mil de fiança, motorista que matou 2 garis na Marginal

O gerente de banco Fernando Mirabelli, de 32 anos, foi colocado em liberdade ontem, depois de pagar fiança de R$ 50 mil. No sábado, ele atropelou três garis e matou dois no acesso da Ponte Ari Torres, na Marginal do Pinheiros, zona sul da capital paulista.

O Estado de S.Paulo

26 Outubro 2011 | 03h03

Mirabelli estava no Centro de Detenção Provisória (CDP) do Belém e vai responder ao processo em liberdade. O bancário foi indiciado por homicídio doloso, porque teria assumido o risco de matar ao dirigir em alta velocidade e embriagado. Os garis Alex Damasceno Souza, de 26 anos, e Roberto Pires de Jesus, de 36, morreram na hora. Aldenir Abrantes, de 21, ainda se recupera de ferimentos provocados pelo atropelamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.