Libertado, após pagar R$ 50 mil de fiança, motorista que matou 2 garis na Marginal

O gerente de banco Fernando Mirabelli, de 32 anos, foi colocado em liberdade ontem, depois de pagar fiança de R$ 50 mil. No sábado, ele atropelou três garis e matou dois no acesso da Ponte Ari Torres, na Marginal do Pinheiros, zona sul da capital paulista.

O Estado de S.Paulo

26 de outubro de 2011 | 03h03

Mirabelli estava no Centro de Detenção Provisória (CDP) do Belém e vai responder ao processo em liberdade. O bancário foi indiciado por homicídio doloso, porque teria assumido o risco de matar ao dirigir em alta velocidade e embriagado. Os garis Alex Damasceno Souza, de 26 anos, e Roberto Pires de Jesus, de 36, morreram na hora. Aldenir Abrantes, de 21, ainda se recupera de ferimentos provocados pelo atropelamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.