Liberada 1ª ''brecha'' na Cidade Limpa

Edifício Guinle conseguiu o direito de instalar publicidade em sua fachada durante restauro

Vitor Hugo Brandalise, O Estado de S.Paulo

11 Maio 2011 | 00h00

Em reforma desde fevereiro, o histórico Edifício Guinle, na Rua Direita, conseguiu ontem o direito de instalar publicidade na fachada enquanto durarem as obras. Será o primeiro prédio da capital a ter anúncio durante restauro após entrada em vigor da Lei Cidade Limpa.

A instalação da tela de proteção "personalizada" foi autorizada ontem pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico de São Paulo (Conpresp). Com a decisão, o Guinle passa à frente do Edifício Copan, que tenta aprovação para esse tipo de patrocínio desde o ano passado.

O patrocinador da reforma - a Mundial Calçados, que também é propriedade do dono do prédio - foi autorizado a exibir sua logomarca em um espaço de um metro quadrado na altura do primeiro andar. Além de logotipo e os dizeres "Trabalhando pela preservação do nosso patrimônio", a tela de 36 metros de altura que cobrirá o Guinle reproduzirá toda a fachada do edifício, construído entre 1913 e 1916. A tela será instalada na semana que vem.

"Essa primeira marca a se beneficiar da lei certamente contribuiu para divulgar a legislação desse tipo de anúncio", disse Regina Monteiro, presidente da Comissão de Proteção à Paisagem Urbana (CPPU) da Prefeitura. "É um bom exemplo para prédios do centro antigo que buscam reformar sua fachada e não encontram meios."

A exposição de anúncio em fachadas de prédios tombados ou "de relevância e interesse público" é prevista no artigo 50 da Lei Cidade Limpa, em vigor desde 2007. A medida foi regulamentada em 29 de dezembro e autoriza cooperação com a iniciativa privada para melhorias urbanas e conservação de prédios.

Sobre o Copan, o outro edifício histórico que continua na fila pela autorização de publicidade na fachada durante o restauro, Regina diz que se trata de "um pedido mais complexo, porque envolve restauro de R$ 30 milhões e os interessados ainda não apresentaram detalhes do projeto". Iluminação na fachada para que os anúncios apareçam também à noite é um dos pedidos sob análise para o Copan.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.