Lentidão para ano-novo começa no fim do Natal

Estradas que cortam a Serra do Mar em direção à Baixada Santista estavam com tráfego intenso nos dois sentidos no fim da tarde de ontem

RODRIGO BURGARELLI, O Estado de S.Paulo

26 de dezembro de 2012 | 02h02

A volta do feriado de Natal mal havia terminado, mas as rodovias que vão para o litoral paulista já estavam lotadas na tarde de ontem, por causa do fluxo de turistas que passarão a virada do ano na Baixada Santista. Houve congestionamentos nos dois sentidos no sistema Anchieta-Imigrantes e a expectativa é de que o trânsito aumente mais hoje em direção a Santos. As principais rodovias que ligam a capital ao interior também registraram lentidão no sentido São Paulo.

Houve tráfego lento no fim da tarde e no decorrer da noite na Rodovia dos Bandeirantes, entre Jundiaí e São Paulo, do km 77 ao 58, segundo a concessionária CCR Autoban. Nas proximidades do pedágio de Perus, já na capital, o trânsito também estava congestionado por causa do excesso de veículos. A Via Anhanguera também tinha tráfego intenso na região de Jundiaí até por volta das 22h de ontem.

A Rodovia Castelo Branco registrou dois pontos de congestionamento entre o fim da tarde e o início da noite: entre Barueri e Itapevi e entre Itapevi e Itu, segundo a CCR ViaOeste.

A Rodovia dos Tamoios teve trânsito intenso no trecho da Serra do Mar e a Via Dutra apresentou lentidão na região de Arujá por volta das 19 horas, no sentido São Paulo.

O sistema Anchieta-Imigrantes, que operava com seis pistas subindo e apenas quatro descendo, registrou tráfego pesado tanto na volta para a capital quanto na descida para o litoral após as 17h. A previsão da concessionária Ecovias era de dar início às 9h de hoje à Operação Descida, com sete pistas descendo e apenas três subindo. A expectativa da empresa é de que até 4,8 milhões de veículos passem pelo sistema que liga a capital à Baixada durante a temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.