Leia a íntegra da nota divulgada pelo governo de São Paulo

A assessoria de imprensa do governo do Estado de São Paulo divulgou uma nota na noite desta sexta-feira, 17, se desculpando pelo equívoco nas informações sobre o estado de saúde de Eloá Cristina Rodrigues, que ficou mais de 100 horas seqüestrada pelo ex-namorado, Lindembergue Alves, de 22 anos.   Leia a íntegra da nota: "A assessoria de imprensa do governo do Estado esclarece que chegou a receber a informação, da área da Segurança Pública, sobre o falecimento da jovem Eloá. No entanto, em seguida, nova informação deu conta de que, felizmente, ela foi reanimada na sala de cirurgia e, neste momento, encontra-se em coma induzido e processo cirúrgico. Pedimos desculpas à família de Eloá e, junto a ela, oramos a Deus por sua recuperação.     Assessoria de Imprensa do Governo do Estado de São Paulo"

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.