Legislação está ultrapassada, diz juiz-corregedor

O caso provocou reação no Judiciário. O juiz-corregedor dos presídios da capital, Ulysses de Oliveira Gonçalves Júnior, afirmou que o caso é a prova de que o dispositivo da lei eleitoral que proíbe a prisão de eleitores está ultrapassado. "Isso é da época em que os coronéis prendiam os opositores para impedi-los de votar. Deveriam modificar a lei."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.