LDO 2012 indica que prefeito não vai cumprir 5 metas

Por volta das 21h, os vereadores também aprovaram a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2012. O texto indica que o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (sem partido), não vai cumprir cinco metas previstas para melhorar a vida do paulistano. Entre elas está zerar o déficit de vagas nas creches e a construção de 66 quilômetros de corredores de ônibus, promessas de campanha feitas por Kassab em 2008.

Diego Zanchetta, O Estado de S.Paulo

05 Julho 2011 | 00h00

Outro projeto aprovado em segunda discussão ontem foi a extinção de uma rua que deveria ter sido aberta em 1988 em um terreno onde hoje está sendo erguida a sede de uma igreja evangélica em Santo Amaro.

Mas o empenho mostrado pelos vereadores governistas na votação de uma série de propostas do prefeito Gilberto Kassab não foi o mesmo em relação a um antigo projeto, em trâmite na Câmara desde fevereiro de 2009: a volta da publicidade nos abrigos de ônibus e nos relógios de rua, que seriam reformados pelos anunciantes. A proposta que pode render R$ 2,2 bilhões aos cofres municipais não foi colocada no pacote de votações de ontem, apesar de o prefeito ter pedido urgência no trâmite da proposta em comunicado feito no Diário Oficial da Cidade na quarta-feira.

Os líderes de bancada ainda planejavam votar um pacote de propostas de parlamentares em uma pauta extraordinária, com início previsto para as 23h40, antes que o recesso de julho tivesse início.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.