Law Kin Chong é preso pela Polícia Federal em São Paulo

É a 3ª vez que o chinês, considerado um dos maiores contrabandistas do País, é detido pela PF

Milton F.da Rocha Filho, da Agência Estado,

26 de abril de 2008 | 11h27

O chinês Law Kin Chong, considerado um dos maiores contrabandistas do País, foi preso novamente pela Polícia Federal na noite de sexta-feira, 25, segundo a PF divulgou na manhã deste sábado, 26. Kin Chong já havia sido preso duas vezes em São Paulo e responde pelo crime de evasão fiscal, com a prática de contrabando. De acordo com as primeiras informações, Kin Chong teria sido detido pelo crime de contrabando.   Em 2007, o chinês foi preso sob acusação de tentar extorquir o deputado Luiz Medeiros. Kin Chong também foi investigado pela Operação Anaconda, deflagrada em outubro de 2007, para desmantelar uma quadrilha acusada de vender sentenças judiciais.   Kin Chong foi preso, em outubro de 2007, sob acusação de ter oferecido a Medeiros US$ 1,5 milhão, em quatro parcelas, para ter seu nome retirado da CPI da Pirataria. A primeira prisão do chinês foi em 2007, durante a Operação Shogun, da Policia Federal, sob a acusação de contrabando.

Tudo o que sabemos sobre:
Law Kin Chong

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.