Law Kin Chong consegue habeas-corpus provisório

Chong havia sido preso em São Paulo pela terceira vez na sexta-feira, 26

da Redação,

28 de abril de 2008 | 21h48

A Justiça concedeu um habeas-corpus provisório ao chinês Law Kin Chong, considerado um dos maiores contrabandistas do País, segundo a Globo News. Chong havia sido preso em São Paulo pela terceira vez na sexta-feira, 26. De acordo com o canal, o motivo da última prisão não foi divulgado, mas segundo as primeiras informações, ele teria sido detido pelo crime de contrabando. O chinês já havia sido preso duas vezes em São Paulo e responde pelo crime de evasão fiscal, com a prática de contrabando. Em 2007, ele foi preso sob acusação de tentar extorquir o deputado Luiz Medeiros. Ele foi acusadode ter oferecido a Medeiros US$ 1,5 milhão, em quatro parcelas, para ter seu nome retirado da CPI da Pirataria. A primeira prisão do chinês foi em 2007, durante a Operação Shogun, da Policia Federal, sob a acusação de contrabando. Kin Chong também foi investigado pela Operação Anaconda, deflagrada em outubro de 2007, para desmantelar uma quadrilha acusada de vender sentenças judiciais.  

Tudo o que sabemos sobre:
Law Kin Chong

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.