Laudo diz que evento raro derrubou balões

A queda de dois balões em Boituva, no interior do Estado, em 30 de outubro, pode ter sido causada por um fenômeno meteorológico raro, segundo o delegado Silvan Renosto, que investiga o caso. O inquérito deve ser finalizado em fevereiro, mas um laudo da Confederação Brasileira de Balonismo, entregue à Polícia Civil nesta semana, aponta que os balões não tinham problemas técnicos e ressalta fenômeno climático como o motivo da queda. Vinte e cinco pessoas já prestaram depoimento. Na queda, três pessoas morreram - incluindo o piloto de um dos balões - e outras 13 ficaram feridas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.