Latrocínios caem na capital e sobem no interior e Grande SP

Apesar da queda nos homicídios dolosos no Estado, os latrocínios (roubos seguidos de morte) cresceram nos dez primeiros meses do ano, principalmente na Região Metropolitana e no interior do Estado. Foram 239 casos no Estado nos primeiros dez meses do ano, crescimento de 10,65% em relação ao ano passado. Enquanto a capital teve queda de 13%, os outros 38 municípios da Grande São Paulo registraram aumento de 51% e o interior, de 10%.

O Estado de S.Paulo

26 Novembro 2011 | 03h00

Com 367 homicídios em outubro, o Estado tem uma taxa de 9,82 assassinatos por 100 mil habitantes. A queda nos homicídios foi liderada pela capital, que registrou 812 casos, 19,6% a menos do que o ano passado.

Para o comandante-geral da Polícia Militar, Álvaro Batista Camilo, a maior preocupação da polícia hoje está voltada a crimes contra o patrimônio e acidentes de trânsito. "As operações Direção Segura passaram a ser feitas diariamente em vez de se restringirem aos fins de semana. As revistas constantes a motoristas ajudam a coibir acidentes e crimes, porque, em muitos casos, acabamos também encontrando armas e procurados da Justiça."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.