EPITACIO PESSOA/AE
EPITACIO PESSOA/AE

Lancha afunda e homem desaparece durante queima de fogos em represa no interior de SP

Três ocupantes da embarcação conseguiram se salvar, mas homem de 35 anos desapareceu nas águas da Represa de Jurumirim

José Maria Tomazela, O Estado de São Paulo

01 de janeiro de 2019 | 18h51

SOROCABA .Uma lancha com quatro pessoas afundou durante a queima de fogos na festa do Reveillon de um condomínio de luxo, na madrugada desta terça-feira (1), na Represa de Jurumirim, em Itaí, interior de São Paulo. Três ocupantes da embarcação conseguiram se salvar, mas um homem de 35 anos desapareceu nas águas da represa. Equipes do Corpo de Bombeiros de Avaré realizaram buscas na região, mas ele não tinha sido localizado até a tarde.

De acordo com os bombeiros, o acidente aconteceu depois que os ocupantes da lancha acenderam os fogos de artifício instalados em outra embarcação a pouco mais de cem metros da margem da represa. O barco com os fogos pegou fogo e explodiu, assustando os ocupantes da lancha, que acabou virando e afundou.

Um homem e uma mulher conseguiram nadar até a margem. Outra mulher foi resgatada por uma terceira embarcação, mas o homem de 35 anos não foi localizado. Segundo os bombeiros, a vítima prestava serviços ao condomínio. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar as causas do acidente.

FOGO. Em Guarujá, no litoral de São Paulo, uma lancha foi consumida pelo fogo próximo da Ilha das Palmas, no início da tarde desta terça-feira. Os dois ocupantes da embarcação se lançaram ao mar e foram resgatados por outro barco que passava pelo local. Dois rebocadores usaram jatos de água para controlar as chamas, mas a lancha acabou afundando. A Capitania dos Portos de São Paulo informou que vai instaurar inquérito para apurar as causas do incêndio que levou a lancha à pique.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.