Lances inacreditáveis

QG do petróleo

TUTTY HUMOR, O Estado de S.Paulo

24 de maio de 2012 | 03h05

A futura sede da Petrobrás, projetada para o terreno onde hoje funciona o quartel-general da Polícia Militar do Rio, já ganhou apelido entre os funcionários da empresa: UPPetrobrás!

À la Cachoeira

Não rolou nada entre José Sarney e as candidatas a Miss Brasil. Parece, inclusive, que no encontro de terça-feira o senador usou e abusou do direito constitucional de ficar calado.

Compromisso partidário

De Marta Suplicy, chegando ao cúmulo do elogio que consegue fazer a Fernando Haddad: "Ele é casado e tem filhos, tá?" Mais do que isso, fica difícil!

Campanha infame

José Serra foi de fato multado, mas, ao contrário do que andou espalhando por aí a turminha do Aécio Neves - ô, raça! -, não perdeu pontos na carteira nem se recusou a fazer o teste do bafômetro.

Mal comparando 2

De Romário, fazendo uma média com Pelé: "O Cachoeira, por exemplo, calado não é um poeta!"

Calma!

Tá certo que o dia de ontem encheu as medidas, mas o paulistano precisa ter um pouco de paciência: o governo está tratando de botar mais carros nas ruas, caramba! Daqui a pouco ninguém vai precisar mais de metrô.

Infalível

Eike Batista deu agora para se gabar de seu faro de homem de prospecção: "Onde eu furo eu acho". É o tipo de coisa que nem o Ziraldo consegue mais!

Aquele dente cariado de John Lennon arrematado por 10 mil libras em outubro de 2011, símbolo da maluquice em que se transformaram os leilões na era da internet, ganhou companhias importantes nesta semana na galeria de itens bizarros adquiridos na base do "quem dá mais".

Não se sabe, evidentemente, quem foi o tarado que pagou dia desses US$ 18 mil por uma calcinha que teria sido esquecida pela rainha Elizabeth II num avião fretado em 1968 para viagem de sua majestade ao Chile.

Gente assim não gosta de aparecer! O cara que desembolsar mais de US$ 10 mil - o leilão ainda está em curso - por um frasco com sangue de Ronald Reagan pedirá, decerto, que sua identidade não seja revelada no noticiário.

Vai ver que nem a família do sujeito sabe dessa sua compulsão.

É uma doença! Paga-se muito caro pelo lencinho descartável e o papel higiênico usados, respectivamente, por Scarlett Johansson e Paul McCartney, sem falar no vidrinho de Benadryl 50mg receitado pelo médico de Elvis Presley. Coisa de doido!

O pior é que isso pega! Tem gente por aí leiloando a própria virgindade e até a mãe em busca de celebridade.

Agenda positiva

Precisa ver o lado bom do não depoimento de Carlinhos Cachoeira: a sala da CPI no

Senado está até

agora impregnada com o perfume

inebriante do ex- ministro Márcio Thomaz Bastos (foto).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.