Ladrões usam técnica nova para furtar caixa eletrônico em campus da USP no interior

Em vez de explodir equipamento, como de costume, bandidos fizeram buraco na lateral do caixa instalado em Ribeirão Preto

Rene Moreira, Especial para o Estado

05 Junho 2015 | 15h17

FRANCA - Ladrões se utilizaram de uma nova técnica para atacar um caixa eletrônico instalado no interior do campus de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP). Em vez de explodirem o equipamento, como já fizeram outras vezes na própria instituição, os bandidos perfuraram um buraco na lateral do aparelho sem levantar qualquer suspeita. 

Um vigilante percebeu a ação algum tempo depois e a Polícia Militar foi acionada. O caixa fica em um quiosque no meio do campus e a ação ocorreu na quinta-feira, 4. Representantes do Banco Santander foram acionados, mas até o final da manhã desta sexta-feira, 5, não haviam informado se foi levado dinheiro e nem a quantia. 

O caso foi registrado na Central de Flagrantes e agora é objeto de investigação pela Polícia Civil. Peritos estiveram no local e já sabem que os ladrões entraram por trás do quiosque, para não chamar a atenção, e usaram algum equipamento para perfurar o caixa eletrônico. O campus da USP já foi alvo de outros ataques, mas com o uso de explosivos.


Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.