Com armamento pesado, bando explode carro-forte no Rodoanel

Caminhoneiro morreu atingido por bala perdida em Itaquaquecetuba; 'foi uma ação cinematográfica', diz PM

Sandro Villar, Especial para O Estado

08 Junho 2015 | 23h54

Com armas de grosso calibre, incluindo fuzis e ponto 50, ladrões explodiram um carro-forte no início da noite desta segunda-feira, 8, no Rodoanel (trecho leste), em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo. Um caminhoneiro morreu atingido por bala perdida e outras duas pessoas ficaram feridas. Um dos feridos é o motorista do carro-forte.

"Foi uma ação cinematográfica, o bando sabia que o carro-forte passaria pelo local. Eles explodiram o carro forte e violaram o cofre", contou um tenente que trabalha no Copom da PM em Mogi das Cruzes. De acordo com o tenente, que pediu anonimato, a polícia ainda não sabe se os ladrões conseguiram pegar o dinheiro. Até agora, nenhum suspeito foi preso.

Depois de classificar o bando como "profissional", o tenente disse que os criminosos usaram armamento pesado. "Além de fuzis, eles atiraram com uma arma ponto 50, que fura carro-forte e derruba aeronave", completou.

O ataque foi perto do acesso à Rodovia Ayrton Senna. A pista no sentido Sul foi interditada por volta das 20h. Viaturas das Polícias Militar e Civil cercaram a área.

Mais conteúdo sobre:
Rodoanel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.