Ladrões roubam quadros de Portinari e Picasso do Masp

Roubo acontece na madrugada; museu deverá permanecer fechado nos próximos dias por 'motivos técnicos'

Paulo R. Zulino, do estadao.com.br,

20 de dezembro de 2007 | 10h12

O Museu de Arte de São Paulo (Masp), considerado o maior da América Latina, localizado na Avenida Paulista, em São Paulo, foi assaltado durante a madrugada desta quinta-feira, 20. Foram levadas duas obras que estão entre as mais importantes de seu acervo: O Lavrador de Café, de Cândido Portinari, e O Retrato de Suzanne Bloch, de Pablo Picasso.   Reprodução Obras roubadas: O Retrato de Suzanne Bloch (esq.) e O Lavrador de Café   Veja também:     EXCLUSIVO: assista ao vídeo com imagens do roubo Masp aciona Interpol, Itamaraty e PF para recuperar quadros  Brasil é o quarto do mundo em roubo de obras culturais  Blog do Daniel Piza: um roubo, uma crise e a tristeza      De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Segurança Pública, as primeiras informações dão conta de que um funcionário encontrou as portas do museu arrombadas quando chegou para trabalhar. A polícia confirmou que o museu permanecerá fechado para perícia.   A ação dos ladrões foi rápida e precisa, indicando que eles sabiam quais as obras que pretendiam levar. Imagens do circuito interno de TV mostraram que o furto foi praticado por três rapazes e durou apenas três minutos, entre as 5h09 e 5h12. Os quadros estavam no segundo andar do edifício, onde fica a exposição permanente do museu. Antes de sair do local com as obras de arte, eles abandonaram alguns objetos que poderão ajudar nas investigações.   No fim de outubro houve uma tentativa de invasão do museu por parte de dois homens. Mas, ao contrário desta quinta, eles acabaram fugindo sem levar nada.   O Retrato de Suzanne Bloch, de Picasso (1881-1973) é um óleo sobre tela (65 x 54 centímetros), datado de 1904. Já o quadro de  Portinari (1903-1962), O Lavrador de Café, de 1939, é um óleo sobre tela (100 x 80 centímetros) que retrata um negro em uma das fazendas de café do início do século.   (Com Reuters)   Matéria ampliada às 11h53, corrigida às 14h00

Tudo o que sabemos sobre:
Masp

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.