Ladrões roubam 7 fuzis de Batalhão do Exército em Caçapava

Na sexta-feira passada, ladrões levaram 22 fuzis e 89 pistolas de um centro de treinamento em Ribeirão Pires

Solange Spigliatti, estadao.com.br

09 Março 2009 | 10h15

Sete fuzis foram roubados de um quartel do 6º Batalhão de Infantaria Leve, em Caçapava, no interior de São Paulo, no fim da noite deste domingo, 8. É o segundo roubo de armamento pesado em cinco dias. Na noite da quinta-feira, 5, um grupo invadiu o Centro Tático de Treinamento (CTT) e roubou 22 fuzis, 89 pistolas e munição em Ribeirão Pires.  No roubo deste domingo, ladrões atacaram dois postos de sentinela do Batalhão do Exército, segundo o Comando Militar do Sudeste. O local foi invadido por volta das 23 horas e um militar ficou ferido durante o confronto. Ele não corre risco de morrer. O Comando da Unidade determinou a abertura de um Inquérito Policial Militar para a apuração do roubo e montou um esquema para recuperar o armamento. O IPM, cuja condução é sigilosa, tem prazo de 40 dias para ser concluído, podendo ser prorrogado por mais 20 dias.

Mais conteúdo sobre:
roubo de armas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.