Ladrões matam jornalista da TV Gazeta

O jornalista Walter Pimentel, de 43 anos, funcionário da TV Gazeta, foi morto por assaltantes anteontem à noite em frente ao supermercado Econ, na Avenida Guapira, Tucuruvi, zona norte. Segundo a polícia, os bandidos o teriam confundido com um segurança ou um policial à paisana e o mataram com um tiro na nuca.

Felipe Branco Cruz, O Estado de S.Paulo

07 de agosto de 2011 | 00h00

Pimentel trabalhava havia 19 anos como pesquisador no Gazeta Doc, departamento de documentação e pesquisa da Gazeta. Segundo testemunhas, quatro homens encapuzados entraram no supermercado para roubar os caixas. Pimentel deixava o local quando dois bandidos o seguraram pelos braços, colocaram-no de joelhos e atiraram. O jornalista foi socorrido ao Hospital do Mandaqui, mas morreu. Os ladrões roubaram sua carteira e R$ 350,28 do supermercado.

"Ele estava usando uma jaqueta preta e pode ter sido confundido", disse o irmão Eduardo Pimentel Junior, de 44. Ele não tinha filhos e morava com a mãe. Em nota, a Fundação Cásper Líbero lamentou a morte do jornalista. O supermercado havia sido assaltado no dia 23 de julho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.