Ladrões matam chinês durante assalto no centro de SP

Mesmo sem entender o idioma, ao entregar a mochila, criminosos disparam um tiro no peito da vitima

Ricardo Valota, do estadão.com.br

17 Março 2011 | 05h54

SÃO PAULO - Um assalto a um casal de chineses terminou com a morte de uma das vítimas, por volta das 19 horas de quarta-feira, 16, na região central de São Paulo.

Quando caminhavam pela avenida Prestes Maia, o chinês Suping Tang, de 53 anos, e a esposa dele, Yan Wang, foram abordados por três bandidos, um deles armado.

Sem entender sequer uma palavra em português, o casal deduziu, pelos gestos dos bandidos, que o trio queria a mochila que estava na posse de Tang. Dentro dela, segundo a esposa de Tang, não havia nada de alto valor, apenas alguns objetos pessoais.

Mesmo sem reagir, ao entregar a mochila aos bandidos, o chinês foi baleado no peito e morreu quando era atendido na Santa Casa. No 3º Distrito Policial, de Santa Ifigênia, o delegado teve que utilizar um intérprete para conseguir tomar depoimento da esposa da vítima. Yan Wang afirmou que os criminosos, após atirarem contra o marido dela, deixaram o local andando calmamente.

Até o início da manhã desta quinta-feira, a polícia ainda não tinha mais detalhes sobre a vida do casal no País.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.