Ladrões levam R$ 2 mi em joias no Morumbi

A polícia investiga um roubo milionário realizado no sábado em uma mansão do Morumbi, zona sul de São Paulo. O imóvel pertence à aposentada Lea Elias Sayeg, de 78 anos, mãe da empresária Lydia Sayeg, ex-participante do reality show Mulheres Ricas, da TV Bandeirantes, e proprietária da Casa Leão Joalheria. Os assaltantes levaram cerca de R$ 2 milhões em joias.

TIAGO DANTAS, VALÉRIA FRANÇA, O Estado de S.Paulo

06 Março 2013 | 02h05

Investigadores esperam usar imagens gravadas pelas câmeras de segurança de uma casa da Rua Oscar de Almeida para tentar identificar a quadrilha. Um homem foi preso na noite do crime em um carro perto da residência dos Sayegs. A polícia suspeita que ele seria responsável pela fuga do grupo. O homem não foi reconhecido pelas vítimas.

Seis homens invadiram o imóvel por volta das 20h. Eles quebraram o cadeado do portão, ficaram no quintal e esperaram alguém aparecer para entrar. O caseiro foi abordado quando foi à entrada verificar se tudo estava certo. Na sequência, a quadrilha dominou três pessoas dentro da mansão: Lea, outra filha dela, Lea Sayeg Nougues, de 50 anos, e o empresário Pedro Antônio Russo, de 57. Lydia não estava na casa. Ao Estado, ela disse que participava de uma festa.

As vítimas foram levadas para um cômodo da casa, enquanto os ladrões pegavam as joias do quarto da aposentada. Os assaltantes levaram ainda relógios, utensílios domésticos, roupas e até bijuterias. A quadrilha tentou arrombar um cofre, mas não conseguiu. Toda a ação durou cerca de duas horas. A polícia suspeita que os criminosos sabiam de quem era a casa e o que deveriam roubar. Wendel Luiz Teodoro, preso com munições em uma rua próxima, não quis falar.

Lydia afirmou que não quer ter "nenhuma relação com o assalto" e não comentaria o crime.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.