Ladrões invadem condomínio na zona sul de SP e fazem arrastão

Cinco vítimas contaram que foram rendidas no estacionamento do prédio e que tiveram pertences pessoais levados por sete ladrões; dois deles estavam armados

O Estado de S.Paulo

27 Novembro 2017 | 08h45
Atualizado 27 Novembro 2017 | 11h53

SÃO PAULO - Ladrões invadiram um condomínio e assaltaram os moradores na Vila Andrade, região próxima ao Morumbi, na zona sul da capital paulista, na tarde de sábado, ​25. 

+++ Confira a criminalidade bairro a bairro em SP

+++ Gangues de bike miram pedestres para realizar roubos

As cinco vítimas contaram que foram rendidas no estacionamento do prédio e que tiveram pertences pessoais levados por sete ladrões. Dois deles estavam armados.

O edifício, que fica na Rua Maria José da Conceição, foi invadido por volta das 17h50, de acordo com informações das vítimas à Polícia Civil. O caso foi registrado como roubo no 89º Distrito Policial (Portal do Morumbi). 

+++ Roubos de celular atingem metade das ruas de São Paulo

Em setembro, dez suspeitos de integrarem uma quadrilha de roubo a residências morreram em tiroteio com policiais civis no Morumbi. Quatro policiais ficaram feridos por estilhaços no confronto. Na ocasião,  a quadrilha foi surpreendida por três viaturas do Departamento de Investigações Criminais (Deic), ao sair da mansão de um empresário. 

Um assalto por hora

A cada hora, pelo menos um lar paulista é invadido. E o número de roubos a residências em 2016 foi o maior em três anos. Só no ano passado aconteceram 10.905 roubos dessa natureza, elevação de 8,5% ante o ano anterior. 

Casos de assaltos a residência que acabam em morte são mais comuns do que se imagina. Segundo estudo do Instituto Sou da Paz, esse é o tipo de roubo mais frequente em que há latrocínios: 1 em cada 255 casos ante, por exemplo, a probabilidade em ocorrências contra estabelecimentos comerciais (1 em cada 655) ou cargas (1 em 11.466).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.