Ladrões de moto que agiam no ABC de SP são reconhecidos

Atiravam nos garupas para obrigar condutor a parar; adolescente de 15 anos pode ficar paraplégico

Ricardo Valota, Central de Notícias

22 de julho de 2009 | 03h45

Investigadores da Delegacia de Repressão a Desmanches Ilegais (DDRI) do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic) divulgaram, na noite da terça-feira, 21, que as prisões de dois homens, na semana passada, estão ligadas a uma quadrilha especializada a roubo de motocicletas na região do ABC e na zona sul da capital paulista.

 

No último dia 16 foram presos o motoboy José Nacélio Candido de Oliveira, de 22 anos, o "Passarinho", e o auxiliar de serviços gerais Jefferson Amaro José, o "Mijão", 26. Desde então sete vítimas já reconheceram a dupla e revelaram que o grupo age com extrema violência contra motociclistas.

 

Em um dos casos, no dia 9, eles atiraram em um estudante de 15 anos, que estava na garupa, para obrigar o pai, que conduzia o veículo, a parar. O garoto corre risco de perder os movimentos das pernas. O crime aconteceu em Santo André no início do mês. Oliveira foi o autor do disparo.

 

Segundo o pai, um comerciante de 38 anos, os bandidos não tentaram uma abordagem. Apenas atiraram nas costas do garoto para obrigar a parar o veículo. O comerciante, sem perceber que o filho havia sido baleado, continuou a fugir dos criminosos. Na mesma avenida, a dupla atacou um operador de máquinas de 28 anos e a sua namorada, de 21. O casal estava em uma Honda Hornet 600F, que foi levada.

 

Os acusados também foram reconhecidos por uma comerciante atacada em 28 de junho. Ela pilotava uma Yamaha R1 pela avenida Kennedy, Vila Marlene, em São Bernardo do Campo, quando acabou cercada. Outra vítima recuperou o capacete, roubado durante ataque em 7 de junho na avenida dos Bandeirantes, em São Paulo.

 

Prisões

 

Os investigadores detiveram os dois homens depois de eles roubarem uma Kawasaki ZX, na noite do dia 16, em Diadema, também na região do ABC. Segundo o delegado Itagiba Franco, titular da Divisão de Investigações sobre Roubo e Furto de Veículos e Cargas, o ataque aconteceu na alça que liga a rodovia Anchieta e a avenida Lions, no distrito de Rudge Ramos, no sentido Santo André. "Os ladrões aproveitaram o tráfego parado no local. O garupa desceu e ameaçou a vítima, que não teve outra saída e entregou a moto", disse o delegado.

 

O rastreador da moto foi o ponto de partida para prender os dois homens. As informações levaram os policias à um imóvel na Vila Nogueira, onde a Kawasaki estava guardada. Ninguém estava no local, mas a equipe aguardou até a chegada do motoboy que, detido, confirmou a participação no roubo e indicou onde encontrar o comparsa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.