Ladrões de carro morrem ao trocar tiros com a PM

Homem que estava em liberdade provisória pelo Dia das Mães foi preso em Carapicuíba

Ricardo Valota, da Central de Notícias

09 Maio 2009 | 06h05

Dois assaltantes foram mortos, por volta das 19 horas de sexta-feira, 8, ao atirar contra policiais militares das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (ROTA) , em Carapicuíba, região oeste da Grande São Paulo, durante uma perseguição.

 

Ocupando um Golf prata, roubado de um soldador no último dia 6 em Osasco, cidade vizinha, José Maciel Cirilo Pereira, 29 anos, Francisco Fábio de Souza Silva, 28, e Sérgio de Souza Santos, 27, foram abordados pelos policiais na Avenida Marginal, no Jardim Leonor, e resolveram fugir.

 

Na Rua Icatu, na mesma região, os suspeitos bateram o Golf em outro veículo. Segundo os policiais, Sérgio, apesar de armado, se entregou. Já os dois comparsas resolveram atirar e, no revide dos policiais, foram baleados.

 

Mesmo encaminhados ao pronto-socorro municipal de Vila Dirce, José Maciel e Francisco não resistiram e morreram. Sérgio, segundo os policiais, cumpre pena na penitenciária de Bauru e estava em liberdade temporária de Dia das Mães.

 

"Os três foram reconhecidos pelo dono do veículo como autores do roubo. Na ocasião, eles bateram o veículo que ocupavam propositalmente na traseira do Golf da vítima. Assim que a vítima saiu para verificar o que havia ocorrido foi dominada pelos bandidos", afirmou o tenente PM Caparroz.

 

Como foi reconhecido pelo soldador como participante do assalto, Sérgio acabou autuado em flagrante por roubo e porte ilegal de arma. Com o trio os policiais apreenderam três revólveres calibre 38.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.