Ladrões de caminhão são presos após sequestrarem motorista na Ayrton Senna

Dois bandidos foram presos no cativeiro, em Guarulhos; os demais em Mairiporã, cidade vizinha

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

13 Março 2012 | 01h51

SÃO PAULO - Seis integrantes de uma quadrilha de roubo de caminhões e carga foram detidos, entre as 22 horas e o final da noite de segunda-feira, 12, após dominarem um caminhoneiro, roubarem o veículo e sequestrarem a vítima, às 19 horas, na Rodovia Ayrton Senna em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo.

 

O caminhoneiro, de 50 anos, morador de Cambará (PR), foi abordado pela quadrilha, que estava em pelo menos dois carros - um Celta e um Fiat Pálio, ambos pratas - no quilômetro 44 da pista sentido capital. Colocado no Celta, ele foi levado para um cativeiro improvisado em um barraco, na Vila Any - bairro de Guarulhos muito utilizado para este fim, ao lado de uma igreja batista. Uma denúncia anônima levou a PM até o cativeiro, onde dois bandidos foram presos e a vítima, ilesa, liberada.

 

A intenção da quadrilha em manter refém o motorista era evitar que ele acionasse a polícia e assim para ganhar tempo suficiente para dar um destino - possivelmente repassar a algum receptador - tanto ao cavalo mecânico como à carreta. Acionados pelos colegas de Guarulhos, policiais militares de Mairiporã e policiais rodoviários federais também entraram no circuito de caça aos demais criminosos.

 

Dois deles foram detidos pelos rodoviários no Celta prata em um posto de combustível próximo à Rodovia Fernão Dias, em Mairiporã. Os outros dois foram localizados no Pálio prata num posto Graal, também na região da Fernão Dias, em Mairiporã. O cavalo mecânico foi encontrado pela Polícia Militar na Cidade Aracília, próximo à Rodovia Presidente Dutra, em Guarulhos. Os dois homens detidos no Celta prata já haviam sido reconhecidos pelo caminhoneiro segundo a polícia.

 

Parte da ocorrência seria registrada no 4º Distrito Policial de Guarulhos e parte no Distrito Policial Central de Mairiporã.

Mais conteúdo sobre:
Sequestro Guarulhos Mairiporã quadrilha PM

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.