Ladrões assaltam a casa do diretor do zoológico de SP

Grupo usava roupas da PF e metralhadora; foram levados notebook, joias e máquina fotográfica

Elvis Pereira, Central de Notícias

19 Junho 2009 | 17h56

Trajando coletes da Polícia Federal e com uma metralhadora, ladrões invadiram no início da manhã desta sexta-feira, 19, a casa do diretor-presidente do Zoológico de São Paulo, Paulo Magalhães Bressan. A residência fica na Vila Sônia, na zona sul da capital. Para entrar no imóvel, o bando rendeu a empregada da família na rua e, depois, o vigilante da via. Além deles, foram feitos reféns a mulher de Bressan e a filha dele. Estima-se que a ação não durou mais de meia hora. Os assaltantes fugiram com um notebook, uma máquina fotográfica e joias.

 

Bressan não estava em casa. O médico veterinário estava chegando ao zoológico quando recebeu a notícia da filha dele. A Polícia Militar (PM) foi acionada e, por volta das 9 horas, deparou-se com quatro suspeitos de envolvimento no crime no bairro Parque Pinheiros, em Taboão da Serra, na região metropolitana. Três deles, Alan Pedroso, Alexandre Lima da Silva e Algemiro Lemos de Olivera Filho, estavam dentro de um Palio prata. O veículo era roubado e circulava com uma placa do Paraná. Rafael Anastácio da Silva estava a pé. Todos são maiores de idade.

 

O tenente da PM Orlando Alexandria afirmou que nenhum dos reféns sofreu qualquer agressão física. A polícia não encontrou armas com os acusados. Há a informação de que outros participantes do assalto fugiram num Palio preto. O caso ainda estava sendo registrado na 1ª delegacia de Taboão nesta tarde.

Mais conteúdo sobre:
assalto polícia quadrilha zoológico

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.