Ladrão rouba esfiharia e é morto por policiais da Rota

Segundo a polícia, o bandido reagiu e acabou baleado no peito e no abdômen

Bruno Lupion, do estadão.com.br ,

02 Agosto 2010 | 06h06

 

 

SÃO PAULO - Um ladrão que havia roubado cerca de R$ 700 e duas bolsas em uma esfiharia do Ipiranga, zona sul da capital, foi morto por policias militares das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota) na noite de domingo, 1, por volta das 21h30. Segundo a polícia, o homem teria reagido à abordagem e levou dois tiros no peito e um no abdômen.

Funcionários da Esfiharia Catedral, na Avenida Dr. Ricardo Jafet, nº 630, contaram que o assaltante estava "visivelmente alterado", disse que tinha uma arma e anunciou o roubo. Eles entregaram o dinheiro guardado no caixa e duas bolsas de funcionárias e o ladrão fugiu a pé, porém uma viatura da Rota passou em frente à esfiharia logo em seguida e foi avisada do crime.

Os policiais encontraram o homem cem metros adiante, na Rua Rocha Galvão, e ordenaram que ele se rendesse. Segundo a PM, ele reagiu atirando e os policiais revidaram. O criminoso levou três tiros e foi levado ao pronto-socorro do Ipiranga pela própria viatura, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Ele estava sem documentos e até a madrugada desta segunda-feira, 2, não havia sido identificado. O dinheiro e a bolsa foram recuperados, e o crime registrado no 5º DP (Aclimação).

Segundo a polícia, o ladrão portava um revólver calibre 38 com três balas deflagradas, cuja numeração corresponde à arma roubada de um vigia durante assalto a uma agência do Banco Real na região da Lapa, zona oeste de São Paulo, em maio de 2009.

Mais conteúdo sobre:
Rota ladrão Ipiranga

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.