Ladrão mata comparsa com tiro na cabeça ao tentar acertar vítima

João Francisco Araújo Lacerda errou o alvo e atirou em José Renato Escamez Júnior durante tentativa de assalto em Itaberá (SP); vítima levou coronhadas e não corre risco de morte

Sandro Villar, ESPECIAL PARA O ESTADÃO

10 de agosto de 2015 | 23h06

ITABERÁ - Ao tentar matar o gerente de um posto de combustíveis, durante assalto nesta segunda-feira, 10, em Itaberá (SP), um ladrão errou o alvo e assassinou seu comparsa com um tiro na cabeça.

João Francisco Araújo Lacerda, de 43 anos, atirou na direção do gerente Dailton Daivison Rodrigues, de 34 anos, mas atingiu José Renato Escamez Júnior, de 28 anos, com o qual invadiu a casa do gerente.

Lacerda disparou a pistola porque o gerente reagiu e entrou em luta corporal com o outro assaltante, que desmaiou depois de ser baleado. Rodrigues levou coronhadas e o ladrão que atirou fugiu sem levar nada. 

O comerciante e o ladrão baleado foram levados para a Santa Casa de Itaberá.

O gerente já recebeu alta e o assaltante atingido pelo comparsa foi transferido para a Santa Casa de Itapeva, onde morreu no começo da tarde, informou o investigador Fernando de Freitas, de 38 anos, da Polícia Civil de Itaberá. 

Lacerda e um terceiro ladrão, Bruno Prestes dos Santos, de 34 anos, foram presos. De acordo com o investigador, Santos dava cobertura e aguardava os outros dois no carro para fugir após o assalto.

Os dois estão presos na Cadeia Pública de Capão Bonito à disposição da Justiça.

Tudo o que sabemos sobre:
Itaberá

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.