Ladrão em fuga atropela quatro da mesma família

Quatro pessoas da mesma família, entre elas um bebê de 10 meses e um menino de 6 anos, foram atropeladas ontem por um ladrão em fuga na zona sul da capital. O acidente foi ao meio-dia, na Rua Pelegrino Varani, no Sacomã. As vítimas foram encaminhadas para hospitais da região e não correm risco de morrer.

CAMILLA HADDAD, O Estado de S.Paulo

27 de setembro de 2011 | 03h01

O atropelador, Wildnei Vilela Santos, de 25 anos, que dirigia um Peugeot vermelho, foi preso em flagrante por tentativa de homicídio depois de atingir a família na calçada. O bebê, a criança e a mãe foram atendidos e liberados. O pai, de 25 anos, foi operado e ficou internado ontem.

Segundo a Polícia Militar, antes da colisão, Santos e um comparsa, que conseguiu fugir, tinham roubado no mesmo bairro o carro de uma cabeleireira de 49 anos. Ela estava entrando na garagem de uma residência, na Rua Carlos Mauro, quando foi obrigada a entregar o veículo. A mulher tentou fechar o portão em cima do ladrão, mas desistiu.

O tenente Snay Aparecido Moreira, do 46.º Batalhão (Heliópolis), explicou que Santos tinha abordado a cabeleireira por volta das 6h20 de ontem. Depois disso, ficou rodando com o carro pelo Sacomã até ser flagrado pela PM, o que deu início à perseguição. "Ele (Santos) percebeu e acelerou", diz o tenente. "Ele entrou em luta com os policiais e correu pela rua, até ser detido."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.