Ladrão de caminhão morre ao trocar tiros com a PM no centro da capital

Outros três bandidos conseguiram escapar a pé após a PM cercar o veículo roubado

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

01 de junho de 2012 | 04h36

SÃO PAULO - Após roubar um caminhão com o auxílio de três comparsas, um criminoso, cujo nome não foi fornecido pelas políciais Civil e Militar, morreu durante uma suposta troca de tiros com policiais militares, na noite de quinta-feira, 31, na região central da capital paulista.

 

O grupo roubou o veículo, pertencente à empresa Máximo Locações, em Santo Amaro, na zona sul da cidade, quando dois funcionários chegavam ao local no caminhão. Na carroceria dele, havia máquiina avaliada em 200 mil reais. O rastreador instalado no caminhão permitiu a empresa responsável pelo monitoramento acionar PM e fornecer a localização.

 

Os policiais então cercaram o veículo na Rua Martins Fontes, no centro, forçando os criminosos a continuarem a fuga a pé. Um deles, segundo os policiais, estava armado com uma metralhadora, e disparou contra os policiais. No revide, foi baleado. Mesmo levado para o pronto-socorro da Santa Casa, não resistiu aos ferimentos e morreu.

 

Os comparsas dele conseguiram fugir. Por se tratar de uma resistência à prisão seguida de tiroteio e morte, a ocorrência, registrada no 78º Distrito Policial, dos Jardins, será investigada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Tudo o que sabemos sobre:
TiroteioDHPPresistênciaperseguição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.