Ladrão atira pedra em rosto de mulher e é pego por motorista em São Paulo

De acordo com o técnico de telefonia, Adriano Rodrigues, que foi atrás de suspeito, motociclistas deram uma 'surra' no assaltante

Luciano Bottini Filho, O Estado de S. Paulo

03 Fevereiro 2014 | 15h33

SÃO PAULO - Um ladrão foi pego por motoristas na Marginal do Pinheiros, na manhã desta segunda-feira, 3, logo após acertar com uma pedra o rosto de uma designer gráfica de 30 anos, na altura da Ponte Octavio Frias de Oliveira, no sentido aeroporto. O técnico de telefonia Adriano Rodrigues, de 30 anos, estava logo atrás da vítima, em um Uno Mille, e assistiu quando o assaltante atirou a pedra contra o vidro da motorista e correu atrás dele até alcançá-lo.

Rodrigues diz que perseguiu o assaltante por cerca de 150 metros. "Eu apenas imobilizei o homem. Outros motoqueiros vieram em cima dele e lhe deram uma surra". Edjarcem Lima da Silva, de 30 anos, foi hospitalizado e autuado em flagrante por roubo. A vítima, que teve ferimentos no rosto, foi socorrida por uma médica que estava no local. Depois, a designer foi levada ao Hospital São Luis e passa bem.

O assaltante teria tentado arrebentar o vidro de um Volkswagen Bora que estava na frente do carro da vítima, mas o motorista deu partida antes que ele conseguisse. A designer estava ao telefone no momento em que foi abordada e acabou se ferindo quando a pedra atravessou a sua janela.

"Eu não recomendo a ninguém que faça isso. Tenho mulher, filho. Foi instinto. Vi que ele era da minha altura e não estava armado", afirmou o técnico, que prestou depoimento no 34º DP (Vila Sônia).

Mais conteúdo sobre:
violência trânsito São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.