Kassab vai dar curso na USP e Urbanismo

Ex-aluno da Poli, prefeito vai voltar no ano que vem à universidade para falar de sua experiência

ARTUR RODRIGUES, O Estado de S.Paulo

25 Outubro 2012 | 03h07

Quase 30 anos depois de deixar como aluno a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), vai voltar à sala de aula.

Ele foi convidado para participar da equipe de um curso inédito, no qual administradores públicos transferem conhecimentos a alunos. Seu papel principal, explica, será ajudar a estruturá-lo e dar aulas. "Fui convidado há uns três meses para fazer esse trabalho e aceitei. Tudo voluntariamente", diz Kassab.

Sua gestão como prefeito será a principal matéria-prima do curso. "Em uma cidade como São Paulo, a prioridade é requalificação urbana, redistribuição do transporte", afirma.

No âmbito da requalificação urbana, estão a Lei Cidade Limpa, uma das principais marcas de sua administração, e o polêmico Projeto Nova Luz, que, questionado na Justiça várias vezes, acabou não saindo do papel até agora. Já na redistribuição do transporte, ele destaca a questão do aumento da malha cicloviária da cidade.

Outra característica que deve estar presente quando Kassab assumir o papel de professor é o senso de humor. Com sua equipe, vive fazendo piadas que podem ser estendidas aos alunos.

Liderença no slogan. Além dele, a Escola Politécnica formou outros seis prefeitos e cinco governadores. Não à toa, em seu site usa o slogan: "Formando engenheiros e líderes". No entanto, a universidade não teve entre seus alunos ninguém que posteriormente chegou à Presidência. Quando questionado se cultiva o sonho de quebrar esse tabu, Kassab desconversa. "Já estou feliz tendo sido prefeito", diz.

Se de certa maneira o prefeito pretende levar um pouco da sua experiência na Prefeitura para a faculdade, nos últimos anos trouxe muito da Poli para a administração da cidade. Para começar, nomeou pelo menos 11 ex-colegas de universidade para cargos de chefia na Prefeitura. Entre eles estão o secretário de Planejamento, Rubens Chammas, o titular de Obras, Elton Santa Fé Zacarias, e o adjunto, Luiz Ricardo Santoro, além do secretário de Desenvolvimento Urbano, Miguel Bucalem.

Futuro. Este último é professor titular da faculdade. Os demais devem voltar às salas de aula juntamente com Kassab. Todos os secretários municipais citados também foram convidados a participar do novo curso de extensão da universidade. "Quem sabe não largo a política e fica só dando aula?", diz o prefeito, em tom de brincadeira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.