Kassab tenta recriar figura de 'xerife'

Bastidores: Diego Zanchetta

O Estado de S.Paulo

04 Março 2012 | 03h06

De tudo o que a cúpula kassabista pensou em criar nos últimos dois meses para melhorar a imagem desgastada do prefeito, a campanha contra os valets virou a maior aposta. O objetivo é resgatar o 'xerife' Gilberto Kassab da reeleição de 2008, que à época saiu fechando lojas da Rua 25 de Março e chegou a dar 24 horas para Law Kim Chong, o chinês condenado por contrabando, deixar a capital.

Combater um dos serviços que mais estressam o paulistano vai dar a impressão de que a cidade tem gerência e regras, o que sempre pega bem em ano eleitoral, na avaliação de secretários de Kassab. Como a Lei Cidade Limpa e o combate ao contrabando em 2008, a nova varrição das ruas da cidade e a formalização dos valets devem virar "grifes" governistas para o pleito de outubro. Outra campanha bem sucedida do governo que poderá ser apresentada como conquista ao eleitorado é a da "Faixa Cidadã", que adverte o motorista a sempre parar na travessia de pedestres.

São medidas que, aos poucos, tentam reduzir a imagem de um prefeito que passou os últimos dois anos articulando alianças para seu novo partido, enquanto a administração da cidade parecia esquecida. Com ações positivas, R$ 6 bilhões na poupança para investimentos e o apoio de 42 dos 55 vereadores, Kassab mostra, apesar dos 20% de aprovação, que ainda pode ser decisivo nas eleições.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.