Kassab se emociona ao lembrar os pais

Ao longo dos sete anos em que esteve à frente da Prefeitura, o ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD) perdeu a mãe, a professora Yacy Palermo (morta em 2006), e o pai, o médico Pedro Kassab (morto em 2009). No discurso de despedida, ele se emocionou ao lembrar da sua posse com a presença dos familiares.

O Estado de S.Paulo

02 Janeiro 2013 | 02h02

Normalmente protocolar em seus pronunciamentos, o prefeito fez ontem uma fala mais emocionada e informal. "Aqui, agora, ainda estou na banguela, muito ligado com os problemas da cidade. Quando fico sem dormir, digo 'Calma Kassab, isso passa.'"

Depois, citou o poeta gaúcho Maria Quintana. "Eles passarão. Eu passarinho. O trabalho passa. Eu vou alçar outros voos, cantar em outros lugares." Kassab disse que agora vai alçar novos voos em sua carreira política. "Vou cantar em outra freguesia."

No discurso de despedida, Kassab disse ainda que precisava alertar seu sucessor de que o principal desafio a ser enfrentado seria a renegociação da dívida do Município com a União. / B.P.M., D.Z. e V.H.B

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.