Kassab rebate críticas contra regulamentação de fretados

Prefeito diz que 'um ponto de equilíbrio' será encontrado; motoristas de vans protestaram nesta segunda

Carolina Freitas, da Agência Estado,

03 de agosto de 2009 | 11h06

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, rebateu nesta segunda-feira, 3, críticas feitas por manifestantes à restrição de circulação de veículos fretados na região central de São Paulo. "A cidade precisa de regras, os fretados estão permitidos, o que estamos fazendo é apenas regulamentar. Isso vai continuar", disse Kassab, após participar da abertura do Fórum Estadual de Aprendizagem Profissional, no Memorial da América Latina, na capital paulista.

 

Motoristas de vans protestaram na manhã desta segunda-feira contra a medida da prefeitura e a inclusão de seus veículos no grupo de fretados. Manifestações como essa tem se repetido quase diariamente na cidade desde que a medida entrou em vigor, há uma semana.

 

Ela proíbe veículos fretados de circular em uma área de aproximadamente 70 km2 dentro do centro expandido das 5h às 21h. "Estamos em uma democracia. As manifestações são permitidas desde que não atrapalhem a ordem pública nem perturbem quem precisa trabalhar", disse o prefeito. "Desde o início da regulamentação concedemos 1.400 autorizações de uso do transporte fretado. Todos os fretados que estiverem dentro das novas regras serão permitidos."

 

A respeito do desconforto de que reclamam passageiros que estavam acostumados a utilizar transporte de fretados para trabalhar, o prefeito limitou-se a afirmar que "um ponto de equilíbrio" será encontrado. Parte dos usuários deste tipo de transporte já começou a utilizar seus veículos individuais, o que tende a piorar o trânsito.

Tudo o que sabemos sobre:
fretadosvansprotestoGilberto Kassab

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.