Kassab quer incorporar carro elétrico à frota oficial

Prefeitura assinou protocolo de intenções com AES Eletropaulo e a montadora Nissan

Tiago Dantas e Circe Bonatelli, Jornal da Tarde e Agência Estado

01 de junho de 2011 | 19h43

SÃO PAULO - A Prefeitura de São Paulo assinou nesta quarta-feira, 1, um protocolo de intenções com concessionária de energia AES Eletropaulo e a montadora de veículos Nissan para avaliar a possibilidade da adoção de carros elétricos na frota oficial da capital paulista.

 

O grupo deverá apontar endereços da cidade onde poderiam ser instalados postos de abastecimento dos carros elétricos. O levantamento, porém, não tem data para ficar pronto. O documento foi assinado durante a quarta edição da Cúpula C40, reunião de metrópoles para debate das mudanças climáticas, que começou ontem em São Paulo e será encerrada amanhã.

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, disse que gostaria de ver carros elétricos integrados à frota da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) até o fim do seu mandato, em 2012. Kassab afirmou que avalia a possibilidade de utilizar a tecnologia nos veículos oficiais utilizados pelos secretários municipais. Atualmente, a Secretaria Municipal dos Transportes está finalizando uma licitação que prevê a aquisição de 40 a 50 carros elétricos.

A montadora japonesa colocou à disposição no evento dez carros elétricos Nissan Leaf, que estão sendo utilizados para o transporte de alguns prefeitos que participam da C40. Lançado em dezembro de 2010, o Nissan Leaf é comercializado no Japão, Estados Unidos e alguns países da Europa. Nos Estados Unidos, o carro custa US$ 25.280, preço que já contabiliza os incentivos do governo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.